Tecnologia

Clean Biomass: Projeto de limpeza de florestas vence prémio

Clean Biomass, mecanismo de limpeza florestal seletiva, vence prémio de inovação entregue pela EDP e pela Visão. Os outros dois finalistas foram projetos fogão gaseificador de elevado rendimento e o SunSurfit.

Pelo terceiro ano consecutivo, EDP e Visão atribuem o ‘Prémio Inovação EDP 2020 Richard Branson Visão’, cujo júri é presidido por Sir Richard Branson.

O vencedor deste ano é o projeto ‘Clean Biomass’, que consiste num novo mecanismo ou serviço de limpeza florestal, que permite um processo seletivo de limpeza de arbustos através de arranque, com aproveitamento de biomassa arbustiva. O projeto é da autoria de António Ramos e Elizabete Constante.

O fogão gaseificador de elevado rendimento funciona a biomassa residual tem ainda um recuperador de calor, integrado, mas autónomo, que poderá ser usado em qualquer sistema de cozinha com chama. Foi desenvolvido por António Luís e Maria Fontes.

Já o projeto SunSurfit visa o desenvolvimento, a manufatura e comercialização de novos sistemas fotovoltaicos que utilizam módulos simples, leves e concentradores, tomando partido de novas aplicações para peças industriais, para gerar eletricidade a preços “disruptivos”. É da autoria de João Garcia e Ana Dias.

Este prémio, que foi atribuído no Museu da Eletricidade por Jorge Cruz Morais (EDP) e por Pedro Norton (Impresa), pretende encontrar projetos energéticos inovadores em algumas áreas das cleantech.

Nos últimos dois anos, já deu projeção a cerca de 80 projetos, estando hoje, alguns deles, em fases avançadas de conceção. Como habitualmente, o vencedor desta terceira edição recebeu 50 mil euros, para implementar o seu projeto.

Mais partilhadas da semana

Subir