Insólito

Cientistas encontram lula com pénis de 67 centímetros

lula_super_penisNuma investigação sobre reprodução de lulas que procriam nas profundezas dos oceanos, cientistas britânicos encontraram um macho com um pénis gigantesco. “Ereto, alonga-se até 67 centímetros, quase o mesmo tamanho do animal”, revela à BBC o biólogo Alexander Arkhipikin.

O método de reprodução destas lulas em águas profundas estava a tornar-se enigmático. Os cefalópedes de águas rasas (com pénis curtos) têm um tentáculo diferente para depositar espermatozoides. Mas, e no fundo do mar?

Os biólogos julgavam que os machos largavam os espermatozoides e que as fêmeas os recolheriam. Até que encontraram uma lula da espécie ‘Onykia’, nas águas da Patagónia. Assim que a recolheram, foram surpreendidos com um pénis gigantesco…

“O pénis da lula, de repente, ficou ereto, atingindo 67 centímetros, quase o tamanho do animal”, revelou à BBC o biólogo marinho Alexander Arkhipikin. Estava decifrado o enigma: esta lula deposita os espermatozoides no interior da fêmea, graças a este pénis descomunal.

“Suspeitávamos da forma como o processo de reprodução poderia ocorrer em águas profundas. No entanto, não sabíamos como era feito. Obviamente, um pénis fortemente alongado é a solução”, conclui Arkhipkin. O estudo foi publicado numa publicação da especialidade, chamada ‘Journal of Molluscan Studies’.

Mais partilhadas da semana

Subir