Crónicas

Ciclo Vicioso

«Quão frequentemente a sorte dá um título superior a alguém que teria mais sucesso como escravo.»

Baltazar Gracián

As declarações do presidente Donald Trump, relativas ao atentado em Nova Iorque, mais uma vez conseguiram não esclarecer nada.

Inicialmente defendeu o envio do suspeito do atentado para Guantamo, vindo posteriormente a mudar de ideias e defender a pena de morte para o terrorista.

No dia do atentado, publicou na sua conta de Twitter ter dado ordem para que as autoridades fossem mais rigorosas na concessão de vistos de entrada.Além de levantar, uma vez mais, a questão de o presidente se ter pronunciado rapidamente sobre o atentado em Nova Iorque e a reação aos acontecimentos em Charlotteville.

Embora em ambos os casos terem sido usadas viaturas como arma contra cidadãos comuns.

A situação neste momento parece ser esta, o Daesh pode estar a perder terreno, mas continua a crescer na internet. O grande problema é que o daesh encontrou uma mensagem que se torna apelativa a várias pessoas que por diversos motivos não se sentem integrados nas sociedades em que estão e encontram ali a resposta e uma forma de demonstrar essa raiva acumulada. E a luta contra o Daesh parece ainda não ter encontrado a forma de eliminar o que motiva essa atração fatal.

As declarações como as do presidente Trump, ironicamente vão contribuir para a propaganda do Daesh, como um exemplo de como o o ocidente quer destruir os muçulmanos.

A politica seguida desde do 11 de setembro não atingiu os objetivos, e no entanto a atual administração norte americana persiste em usar os mesmos métodos não é presságio de que o terrorismo do Daesh será algo do passado nos tempos mais próximos.


Vídeos em Destaque

Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir