Google

Chamadas de telemóveis para o 112 serão localizadas ainda este ano

Até ao final deste ano, as chamadas de emergência para o 112, realizadas a partir de um telemóvel, serão facilmente localizadas pelo serviço de emergência. Até então, apenas as feitas a partir da rede fixa eram de localização conhecida.

É uma das medidas do programa Simplex+2017, uma “uma estratégia de modernização administrativa transversal ao Governo e serviços da administração pública central e local”.

No último trimestre de 2018, de acordo com o programa, está previsto a implementação da tecnologia AML, Advanced Mobile Location, que permitirá o reconhecimento de uma chamada de emergência para o 112. Com esta tecnologia, os serviços de geolocalização são ativados e enviam automaticamente as coordenadas de localização, por SMS, para o Centro Operacional do 112.

Até então, se contactar o serviço de emergência através de um telemóvel, é provável que a sua chamada não seja sequer localizada, ao contrário do que acontece com as realizadas através de uma rede fixa.

O problema, explica o site pplware, está na falta de meios por parte do 112, que não está equipado com tecnologias para o efeito.

Até ao final do ano, está prevista a implementação da tecnologia AML, Advanced Mobile Location, que melhora a precisão da localização da chamada em cerca de 4000 vezes.

Este sistema, utilizado na Inglaterra e Estónia, recorre aos serviços da Google que, quando detetam uma chamada de emergência, enviam as coordenadas GPS para a central de emergência.

Esta tecnologia estará apenas disponível para smartphones.

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir