Desporto

Caso do túnel da Luz: FC Porto só toma posição pública depois de notificado

fcporto_champions_1O FC Porto não foi notificado da acusação que o Ministério Público deduziu, no caso do túnel da Luz, garante o Maisfutebol. O caso remonta a 2009 e envolve Hulk, Helton, Sapunaru, Cristian Rodríguez e Fucile. Clube só tomará posição pública depois de receber a notificação.

O Correio da Manhã avançou na sua edição de hoje que Ministério Público (MP) deduziu acusação contra cinco jogadores do FC Porto: Hulk, Helton, Sapunaru, Cristian Rodríguez e Fucile – em resultado do caso ‘túnel da Luz’.

No entanto, segundo o Maisfutebol, uma fonte do clube azul e branco garantiu que o FC Porto não foi notificado. E só depois de cumprida essa formalidade é que tomará uma posição pública.

Alegadamente, os jogadores do FC Porto respondem pelos crimes de ofensa à integridade física, cuja moldura penal atinge três anos de prisão. Hulk é um dos cinco jogadores que estão sob o alvo do DIAP de Lisboa.

Também Helton, Sapunaru, Cristian Rodríguez e Fucile foram investigados e são acusados no processo-crime, por ofensa à integridade física, devido a alegadas agressões a dois seguranças.

O caso – que reporta a uma partida de 20 de dezembro de 2009, entre os dois clubes – teve repercussões desportivas, com Hulk e Sapunaru a cumprirem uma longa pena desportiva, imposta pela Comissão Disciplinar Liga.

Mais partilhadas da semana

Subir