Mundo

Cartel mexicano deixa cabeças humanas à porta de estação televisiva

As autoridades mexicanas encontraram, na quarta-feira passada, em Guadalajara, no México, uma geleira com cabeças humanas no seu interior, em frente a uma estação televisiva. Vinham acompanhadas com uma nota intimidatória de um cartel de droga. População ficou em choque.

A população mexicana ficou em estado de alerta máximo e em choque depois de terem sido encontradas cabeças humanas à porta de uma estação televisiva, tendo sido também encontrados restos mortais espalhados pela cidade.

A cadeia televisiva Grupo Televisa sentiu o terror quando recebeu as geleiras, depois do seu vice-presidente ter sido recentemente assassinado, alegadamente por membros de um grupo de traficantes.

Além dos restos humanos, as geleiras continham uma mensagem assinada com as siglas C.J.N.G, que coincidem com as do Cartel Jalisco Nueva Generación, chefiado por Nemesio Oseguera Cervantes, El Mencho.

“Jesus Hunberto Boruel Neri [chefe da polícia], deixo-te ficar essas cabeças para que tornes públicas as nossas ameaças e não voltes a ocultar nada, como fizeste com as granadas no dia 19 de novembro. Tu sabes que se cumprem os tratos, ou queres que te recorde quem te pôs nesse posto?”, constava na mensagem.

De acordo com a Reuters, uma outra geleira foi colocada no município de Zapopan, com ameaças de morte para um juiz.

A identidade das vítimas é ainda desconhecida, sendo que os restos mortais foram levados para o Instituto de Medicina Legal de Guadalajara para identificação de ADN.

“Estamos a trabalhar nos postos onde encontraram estes elementos. Há pessoal a operar nesse sentido, mas ainad não temos nada oficial”, avançaram as autoridades.

O Cartel Jalisco Nueva Generación instaurau um clime de terror entre a população, com constantes pressões a jornalistas, empresários e, principalmente, membros das autoridades.

 

 

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir
error: