Nas Redes

Carlos Areia: “Não me deram um sorriso, deram-me vida”

O ditado é antigo e, segundo diz o povo com frequência, ‘depois da tempestade vem a bonança’. E bem se pode dizer que é isso que tem acontecido na vida de Carlos Areia, ele que comoveu Portugal nos últimos meses, ao admitir as dificuldades financeiras que atravessa. Depois de receber um tratamento oral, o ator é simples e claro nas palavras para revelar o sentimento que lhe invade a alma. “Deram-me vida”, admite.

Aos 74 anos, Carlos Areia é a prova de que há sempre um caminho para a felicidade.

Depois de abrir o coração e desabafar o que guardava amargamente em si, o conhecido ator português teve direito a um tratamento oral, que lhe foi proporcionado pelo programa ‘Queridas Manhãs’, da SIC, e seus parceiros.

A tristeza e as lágrimas foram substituídas pela felicidade.

“Não me deram um sorriso, deram-me vida”, revela Carlos Areia, em declarações citadas pela revista TVMais.

Já no programa ‘Cá por Casa’, de Herman José, na RTP, Carlos Areia falou sobre a sua nova fase de vida.

“Os dentes fazem-me um andar diferente. Eu até a andar estou diferente”, salientou, brincando até com o relacionamento amoroso que mantém com a namorada (48 anos mais nova).

“Agora já tenho dentes para outra. Esta está muito velha [risos].”

A entrevista de Carlos Areia no programa ‘Alta Definição’, de Daniel Oliveira, chamou a atenção do país para os problemas financeiros que o ator vem atravessando ao longo da sua vida, além da infância “infeliz”, entre outros temas.

Mais partilhadas da semana

Subir