Desporto

Canoagem: João Ribeiro e Teresa Portela no Benfica

joao_ribeiro_teresa_portela_1O Benfica voltou a surpreender na canoagem e assegurou, em dois dias, o reforço do projeto olímpico com a aquisição de dois dos melhores canoístas da atualidade. João Ribeiro, campeão europeu em k4 1000m e vice-campeão europeu sub-23 em k2 500m, e Teresa Portela, campeã europeia sub-23 em k2 200m, juntam-se nos ‘encarnados’ a Joana Vasconcelos, que em 2009 foi campeã mundial e europeia na categoria de juniores.

“É um grande clube e estou a adorar ter assinado pelo Benfica. É uma grande oportunidade tanto para mim como para a modalidade”, comentou João Ribeiro, salientando ter optado pelo projeto das «águias» por ser “o melhor para chegar aos Jogos Olímpicos”.

No dia seguinte, Teresa Portela, que também representava o GCDR Gemeses (Esposende), analisou o projeto “interessante” que a levou a juntar-se aos dois colegas de Seleção: “é realmente muito dinâmico e um projeto com o qual fiquei motivada. Estou contente por fazer parte dele e trabalhar nesse sentido é muito bom”.

A atleta já tem experiência olímpica, tendo surpreendido o mundo da canoagem com um 14.º lugar em Pequim 2008, com apenas 20 anos de idade. “Agora tenho 24 e tenho cada vez mais vontade e ambição em melhorar esse resultado. Estar no Benfica é um desafio para poder melhorar e, sem dúvida, que é um grande passo na minha vida desportiva”, complementou.

Aposta de futuro

Quando Joana Vasconcelos saiu do CN Crestuma para ser a primeira atleta de canoagem do Benfica a surpresa foi geral. A consolidação da modalidade ao longo da última década justifica a aposta dos ‘encarnados’ neste desporto, no entender de João Ribeiro: “a canoagem está numa enorme ascensão, desde 2004 que obtém excelentes resultados. Já conseguimos várias medalhas. É uma modalidade que está a crescer e em que vale a pena apostar”.

Oriundo duma família de benfiquistas, o atleta não fugiu à regra e assumiu o “orgulho” em representar o clube lisboeta: “na minha família quase todos são benfiquistas e todos me disseram que o Benfica era o melhor clube para eu representar. Dá-me uma projeção que outros clubes não me podiam dar”.

Mais partilhadas da semana

Subir