Insólito

Bebeu demais, matou mulher no sonho e confessou crime à PJ

policia_judiciariaCaso insólito aconteceu por cá, em Portugal, mais propriamente na região de Sintra. Polícia Judiciária até tinha encontrado um corpo na zona mas nada tinha a ver com um suposto homicídio, que aconteceu num sonho de um homem.

Comecemos pelo início. Um casal jantou em casa de uma filha. O homem terá exagerado na bebida o que levou a sua mulher a decidir dormir fora, em casa de uma amiga.

Após um sono profundo, o marido acordou e reparou que não tinha a esposa ao seu lado. Em sobressalto, rapidamente lhe veio à cabeça que teria assassinado a mulher. Pegou no telefone e ligou à filha da sua esposa, fruto de outra relação da sua companheira. As palavras do homem eram claras. Tinha atirado a mulher de uma falésia, na zona de Sintra, após ambos terem discutido.

A jovem ligou imediatamente aos serviços de urgência que posteriormente contactaram a Polícia Judiciária (PJ). As autoridades associaram desde logo o caso com um corpo que havia sido encontrado um dia antes, na mesma zona.

Mas tudo não passou de uma enorme bebedeira e uma grande confusão. O homem não tinha cometido qualquer crime, apenas discutiu com a mulher e foi para casa. Após algumas horas de investigações, a PJ acabou por encontrar a sua esposa, de boa saúde. Quanto ao homem, desconhece-se a razão por que tal ideia lhe surgiu na cabeça. O excesso de álcool estará certamente relacionado com este caso.

Mais partilhadas da semana

Subir