Economia

Banco de Portugal cancela falsos bancos com um atraso de sete meses face ao alerta da CMVM

“As rentabilidades prometidas”, com taxas que chegavam a ultrapassar os 10 por cento, “são pagas pela entrada de capital de novos investidores e não por algo produtivo que gere riqueza”, antecipara, em julho do ano passado, a associação de defesa do consumidor Deco, aludindo ao esquema de pirâmide: “quando as novas entradas de dinheiro forem inferiores às responsabilidades assumidas, os pagamentos começam a atrasar-se até deixarem de ser feitos”.

O primeiro aviso foi dado a 28 de junho pela CMVM, alertando para o facto da Goodsense Investments e da Emporio Capital não estarem autorizadas a “desenvolver qualquer atividade de intermediação financeira em Portugal”.

Ontem, o BdP proibiu as entidades Betexp Corp, Goodsense Investments, Emporio Capital e Euro-Champions Fund de exercer qualquer atividade bancária e financeira no país, justificando ter tomado “conhecimento da atividade que tem vindo a ser exercida”. Segundo o Dinheiro Vivo, o órgão supervisor não informa há quanto tempo apurou a atividade dos três falsos bancos.

“A Betexp Corp – Sucursal em Portugal, a Goodsense Investments Ltd. (atuando, muitas vezes, com a designação de Emporio Capital) e a Euro-Champions Fund Ltd. não são entidades habilitadas a exercer, em território nacional, a atividade de receção de depósitos ou de outros fundos reembolsáveis, ou qualquer outra atividade financeira reservada às instituições sujeitas à supervisão do Banco de Portugal”, insiste o regulador da banca.

No caso da Emporio Capital e da Goodsense, que a Deco acusava de agirem com um esquema de pirâmide (ou Ponzi) semelhante ao utilizado por Bernard Madoff (o financeiro norte-americano preso por ter burlado os clientes em cerca de 50 mil milhões de euros), o BdP salienta que surgem “associadas a Jorge Antero Silva de Queiroz, as quais se apresentam ao público como prestadoras de serviços financeiros, prometendo altas rentabilidades”. Na lista dos maiores devedores ao fisco, atualizada anteontem, Silva Queiroz deve entre 50 mil a 100 mil euros como contribuinte singular.

A Deco salientava ainda, em meados do ano passado, que o Emporio “promete rentabilidades mensais a rondar os 10 por cento através de aplicações em produtos financeiros e apostas desportivas, não especificados”, valor “tentador” mas impossível de praticar. No caso do Euro-Champions, o fundo apostava nos resultados das “equipas de futebol mais consistentes da Europa”.

A sucursal portuguesa do Betexp está sedeada no Porto, o Euro-Champions em Gibraltar e o Emporio Capital/Goodsense na Nova Zelândia.

0Shares

Páginas: 1 2

Mais partilhadas da semana

Subir