Desporto

Vídeo: Paulo Andrade emociona-se a falar do Sporting

O antigo administrador da SAD do Sporting, Paulo Andrade, mostrou-se “muito magoado” por uma situação que lhe “custa muito” e que “divide os sportinguistas”, confessando que, se fosse hoje, “não votaria em Bruno de Carvalho”.

Em comentário no Jornal Síntese, da SIC Notícias, Paulo Andrade surgiu visivelmente emocionado quando lhe foi pedido uma opinião sobre o atual clima que se vive em Alvalade.

“É uma situação que a mim me custa muito. Ao que chegou o meu Sporting… Está tudo divido. Já não bastavam as guerras com os jogadores, agora é o presidente da mesa da Assembleia Geral… Isto entristece-me muito, entristece-me muito. Acho que nós não merecíamos isto. Desculpe-me, mas isto faz-me sofrer muito”, afirmou Paulo Andrade, com a voz trémula.

O benfiquista Rui Gomes da Silva solidarizou-se com Paulo Andrade e colocou de lado as picardias que afastam adeptos de clubes rivais.

Após recuperar o fôlego, o antigo administrador da SAD leonina considera que “falam muito do Sporting, em defender os interesses do Sporting e, infelizmente, com as atitudes que estão a ser tomadas, umas atrás das outras, o Sporting continua a ser prejudicado constantemente”.

“Eu luto muito por um Sporting unido e estou a ver um Sporting completamente partido. Eu não sei o que vai acontecer numa Assembleia Geral onde se corre o risco de haver muito radicalismo, a favor e contra Bruno de Carvalho. (…) Este foi um fim de semana difícil”.

Paulo Andrade, recomposto, considerou que a suspensão dos jogadores era “uma morte anunciada”, devido ao encontro da próxima quinta-feira, frente ao Atlético, e admitiu que, apesar de ter votado em Bruno de Carvalho nas últimas eleições, “hoje não votaria”, mesmo que este tenha “realizado um bom trabalho”.

“Estou muito magoado”, rematou.

Pode ver esse momento neste vídeo:

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir