Motores

António Félix da Costa em estreia em Le Mans

A 86ª edição das 24 Horas de Le Mans ficará certamente na memória de António Félix da Costa, já que marca a sua estreia na clássica francesa de resistência. O pódio é o grande objetivo.

O piloto de Cascais é um dos três portugueses a competirem no evento, agora aos comandos de um dos novíssimos BMW M8 GTE oficiais inscritos na categoria GTE Pro. Uma estreia muito aguardada pelo próprio, que juntamente com Augusto Farfus e Alexander Sims tentarão obter o melhor resultado possível aos comandos do carro # 82.

A prova ‘rainha’ do Campeonato do Mundo de Resistência (FIA WEC) é considerada como uma das três corridas de automóveis mais prestigiadas do Mundo, a par com o Grande Prémio do Mónaco de Fórmula 1 e as 500 Milhas de Indianápolis, e Félix da Costa tem a noção que este é o momento mais alto da sua temporada em 2018.

“É mais um enorme desafio da minha carreira. As 24 Horas de Le Mans é uma grande corrida em que todos querem participar e eu não sou exceção. É um grande momento para mim. Todas as marcas preparam afincadamente este momento e nós na BMW fizemos um trabalho intenso para chegarmos aqui na máxima força”, começa por dizer o piloto português na abordagem para a grande corrida de La Sarthe.

Félix da Costa é prudente quanto às ambições, não apenas por se tratar de uma prova muito dura, como a BMW estreia o M8 GTE na prova. Ainda assim confia nas capacidades da marca de Munique: “Pelo que se passou nos testes julgo que não seremos o carro mais rápido em pista, mas numa prova tão longa e tão dura isso não é determinante. Tanto eu como o Augusto e o Alexander sabemos bem que a consistência, não cometer erros e a fiabilidade do nosso carro serão as nossas maiores armas, e é com esse pensamento que encaramos esta mítica prova”.

“Viemos a Le Mans para lutar por um pódio e não apenas para participar. Isso é garantido. Mas para isso primeiro temos de terminar a prova e sem problemas”, acrescenta o piloto português da BMW, quinto classificado da categoria GTE Pro na primeira corrida do WEC em Silverstone.

Mais partilhadas da semana

Subir