Economia

André Silva: “Pão, fruta, arroz, tudo em Portugal tem IVA, mas as touradas estão isentas”

O PAN não desiste de lutar pelo fim da isenção do IVA nas touradas. “O pão, a fruta, o arroz, as massas ou os legumes estão sujeitos ao pagamento, mas os designados ‘artistas tauromáquicos’ estão isentos”, lamenta André Silva.

Num artigo de opinião, publicado pela Sábado, o deputado do PAN lembra que ser “a terceira vez consecutiva” que o partido propõe “uma alteração ao Orçamento do Estado para revogar a isenção do pagamento de IVA para os profissionais da tauromaquia”.

Uma frase ‘assassina’: ao sublinhar esta insistência, o deputado insinua que é a terceira vez que as forças no Poder (PS, CDU e BE agora, PSD e CDS à data da primeira proposta) mantêm uma isenção que beneficia as touradas, enquanto muitas outras iniciativas culturais (e não só) são obrigadas a pagar IVA.

“O pão, a fruta, o arroz, as massas ou os legumes estão sujeitos ao pagamento de IVA, mas os designados ‘artistas tauromáquicos’ estão isentos. Tudo em Portugal tem IVA – à taxa mínima, intermédia ou máxima – mas os inefáveis ‘artistas tauromáquicos’ estão isentos deste pagamento”, destaca André Silva.

Justificando a proposta do PAN, o deputado considera que o fim desta isenção “justifica-se não só porque se trata de uma atividade puramente comercial, mas, e sobretudo, porque esta assenta no desrespeito da sensibilidade de humanos e animais, recompensando os maus tratos e aplaudindo a exibição da violência extrema”.

120831Shares

Mais partilhadas da semana

Subir