Nas Redes

Vídeo: “Afastada por Sócrates? Não, foi por eu cantar”, ironiza Moura Guedes

Manuela Moura Guedes voltou a falar da sua saída da TVI, desta vez com ironia e muitos sorrisos à mistura, dizendo mesmo que o seu afastamento do jornalismo se deu “não” por causa de José Sócrates mas por “cantar” nas galas da televisão. Veja o vídeo.

Sorridente e bem disposta, a jornalista falou sem reservas da questão que ‘tanta tinta’ tem feito correr, nos últimos anos nos corredores do jornalismo mas também da política.

Questionada se acha que a sua saída da estação de Queluz se deveu à suposta perseguição a José Sócrates ou por cantar nas galas, Moura Guedes foi clara, entre sorrisos.

“Eu acho que foi mais por cantar nas galas”, começou por dizer a jornalista.

“As pessoas por fim pensaram: ‘Não! Outra vez não. Outro Natal ela a fazer sei lá de quê… não”, acrescentou em declarações ao Canal Q.

“Eu tenho noção de que foi por isso. Agora, claro, é difícil admitir. É difícil admitir isto. Eu até gravei um disco e as pessoas não gostam, não é? Portanto, arranjei esta coisa: foi o Sócrates”, disse Manuela Moura Guedes.

Veja o vídeo:

Lendas Vivas: Manuela Moura Guedes

"Foram cardos, foram prosas". A carreira de Manuela Moura Guedes e os seus espinhos, quinta-feira, às 23h no Lendas Vivas.

Publicado por CANAL Q em Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

Mais partilhadas da semana

Subir