Mundo

“Admiral Tchabanenko” lidera frota de guerra da Rússia a caminho do porto de Tartus na Síria

Admiral_TchabanenkoO impasse na Síria, assolada pela guerra civil, começa a agitar a Rússia. Habitual aliada do regime de Bashar al Assad, a antiga superpotência está a deslocar uma frota, liderada pelo “Admiral Tchabanenko”, para o porto sírio de Tartus.

A guerra civil na Síria continua longe do fim, mas o cerco pode começar a apertar-se depois da Rússia, um habitual aliado do regime do presidente Bashar al Assad, dar sinais de impaciência com a situação.

A antiga superpotência deu ordens a uma frota de guerra para rumar ao porto sírio de Tartus, onde se encontra a única base naval russa no Mediterrâneo. A esquadra é comandada pelo “Admiral Tchabanenko”, um navio de luta antissubmarina, e por três embarcações de transporte de fuzileiros.

A este grupo, que largou hoje da base naval de Severomorsk, no noroeste da Rússia, irá juntar-se o “Iaroslav Mudri”, um vaso de patrulha que costuma operar no Báltico, e um outro barco não discriminado.

Mais partilhadas da semana

Subir