Fórmula 1

Acidente entre Gasly e Hartley foi “incompreensão”

Decisivo no desfecho do Grande Prémio da China de Fórmula 1, o acidente entre os dois pilotos da Toro Rosso ainda dá que falar, e ter-se-á devido a uma “incompreensão” entre Pierre Gasly e Brendon Hartley.

Na altura a colisão entre o francês e o neozelandês motivo a entrada do ‘safety car’ devido aos destroços em pista, e permitiu à Red Bull aproveitar a oportunidade para montar os pneus macios da Pirelli que permitiu aos seus pilotos serem os mais rápidos em pista, abrindo ‘caminho para a vitória de Daniel Ricciardo.

Do lado da Toro Rosso o incidente foi mal recebido, pois acabou por estragar a corriida a Hartley, que veio abandonar com um problema de caixa de velocidades, enquanto o francês terminou em 18º. O francês defende-se do sucedido com uma dificuldade de comunicação: “A colisão deveu-se a ordens mal compreendidas. A equipa disse-me pela rádio que iria trocar de posição com Brendon. Quando fui para o interior da curva no final da reta pensei que ele me ia deixar espaço. Infelizmente penso que não me viu e não pude fazer mais nada. Depois pedi-lhe desculpa”.

Brendon Hartley confirma a versão oficial da equipa de uma má compreensão das ordens de equipa: “O Pierre e eu estávamos em estratégias diferentes. Tinha previsto deixá-lo passar à saída do gancho, como já tinha feito anteriormente na corrida. Parti a ‘asa’ dianteira e o meu volante fico torto. Era muito difícil pilotar normalmente”.


Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir