A leveza de nem a Alma ser

Escrevo o que sinto… escrevo o que está para além do ser carnal que sou… Desencontrada do Amor, perturbo o que todos somos…e descarrilando, motivada pelo que penso ser, é a bênção de que mais lucidez se acerca.

À essência das minhas lágrimas, tão bela faculdade humana, agradeço o libertar…

E à transparência do meu olhar, após emancipação do que electriza, honro o que Sou…

E é na contemplação profunda da imensidão que vive em mim que encontro a leveza de nem a Alma ser. E nesta total desintegração sinto-nos em nós.

E quando aqui regresso, dando vida aos sentidos, e há personalidade que me caracteriza, é visível a abismal diferença do que nos separa de cada um.

E assim percebo que só desfragmentando aquilo com que nos identificamos é que nos podemos sentir como sendo um só.

Nobre feitura que toda a humanidade tem que edificar, o fim da identificação naquilo que acredita ser….

O meu projecto, a minha família, os meus amigos, a minha casa, o meu carro, o meu trabalho, o meu amor, o meu cão, a minha riqueza, a minha cidade, o meu país, a minha religião, o meu Deus, a minha verdade…. Tudo posse individual mental…

Decompondo aquilo com que me identifico espelhado nas mais básicas tarefas diárias encontro a liberdade de simplesmente Ser…

E é no sentir, da energia que sou, que desbravo e solto as mais entrelaçadas teias, que construí de veste em veste enquanto matéria, a habitar neste corpo celeste de nome Terra.

E por todos emano o aumento de consciência para que o Amor seja expansivo quebrando mitos, crenças, ilusões de sonhos baseados na identificação do “ego”…

O sofrimento é finalmente erradicado quando deixarmos de irradiar a força que trava a fluidez da paz e assim a conquista da elevação das Almas ao mais alto grau a que se propuseram será efectivada.

Sair da zona de conforto e da robotização do “eu individual” será com certeza o mais nobre acto de Amor que podemos fazer por todos nós.

Obrigada aos que por mim se cruzam e me elevam a consciência pelo simples facto de permitirem que me observe em vós…


Vídeos em Destaque

Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir
error: