Hoje é dia

8 de agosto, é criada a Cruz Vermelha Internacional

Hoje é dia de assinalar mais um aniversário da Cruz Vermelha, que nasceu por iniciativa de Henry Dunant, para ajudar soldados feridos durante a Batalha de Solferino, em 1859. Ao longo de séculos, foi alargando sua intervenção, sempre de cariz humanitário.

A Batalha de Solferino foi génese da Cruz Vermelha, que nasceu da persistência de Dunant, capaz de convencer líderes políticos a realizar mais ações de proteção de vítimas de guerras. O objetivo seria prestar apoio médicos a soldados feridos, mas ao longo dos tempos a missão foi sendo alargada a grupos mais vulneráveis.

O Comité Internacional da Cruz Vermelha é fundado em 1863, em Genebra, na Suíça, para proteger a vida e a dignidade de vítimas de conflitos internacionais e internos. Viria a conquistar três Prémios Nobel da Paz, em 1917, 1944 e 1963, pela dimensão da sua ajuda humanitária. Hoje, conta com quase 100 milhões de voluntários, que agigantam uma obra ímpar.

Em Portugal, a Cruz Vermelha foi fundada por José António Marques, a 11 de Fevereiro de 1865. Cruz Vermelha Portuguesa nasceu com a designação de ‘Comissão Provisória para Socorros e Feridos e Doentes em Tempo de Guerra’.

Quer de modo autónomo, quer no âmbito da Cruz Vermelha Internacional, a Cruz Vermelha Portuguesa tem atuado em cenários de conflitos armados ou catástrofes naturais, em território nacional e também no estrangeiro.

A instituição presta assistência humanitária e social, sobretudo aos grupos mais vulneráveis, como idosos, dependentes, crianças, vítimas de violência doméstica, pobres, imigrantes, toxicodependentes, reclusos, pessoas com deficiência, entre outros.

Nasceram neste dia Ernest Orlando Lawrence, físico norte-americano, Nobel da Física (1901), Benny Carter, músico norte-americano (1907), Ronald Biggs, protagonista de um dos maiores assaltos da história (1929), Sir Howard Hodgkin, pintor britânico (1932), Dustin Hoffman, ator norte-americano (1937), Nigel Mansell, piloto britânico, campeão mundial de Fórmula 1 (1953), David Evans, músico irlandês, guitarrista dos U2 (1961), e Roger Federer, tenista suíço (1981).

Morreram a 8 de agosto Alonso Sánchez Coello, pintor espanhol (1588), Guido Reni, pintor italiano (1642), Christian Weigel, químico e naturalista alemão (1831), Eugène Boudin, pintor francês (1898), James Tissot, pintor francês (1902), José Lezama Lima, romancista e poeta cubano (1976), Francesco Molinari-Pradelli, maestro italiano (1996), Fay Wray, atriz norte-americana (2004), Julius Wess, físico austríaco (2007), e Raul Solnado, ator e humorista português (2009).

Quer receber o Hoje é Dia todos os dias na sua caixa de correio?


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir
error: