Hoje é dia

8 de agosto, é criada a Cruz Vermelha Internacional

Hoje é dia de assinalar mais um aniversário da Cruz Vermelha, que nasceu por iniciativa de Henry Dunant, para ajudar soldados feridos durante a Batalha de Solferino, em 1859. Ao longo de séculos, foi alargando sua intervenção, sempre de cariz humanitário.

A Batalha de Solferino foi génese da Cruz Vermelha, que nasceu da persistência de Dunant, capaz de convencer líderes políticos a realizar mais ações de proteção de vítimas de guerras. O objetivo seria prestar apoio médicos a soldados feridos, mas ao longo dos tempos a missão foi sendo alargada a grupos mais vulneráveis.

O Comité Internacional da Cruz Vermelha é fundado em 1863, em Genebra, na Suíça, para proteger a vida e a dignidade de vítimas de conflitos internacionais e internos. Viria a conquistar três Prémios Nobel da Paz, em 1917, 1944 e 1963, pela dimensão da sua ajuda humanitária. Hoje, conta com quase 100 milhões de voluntários, que agigantam uma obra ímpar.

Em Portugal, a Cruz Vermelha foi fundada por José António Marques, a 11 de Fevereiro de 1865. Cruz Vermelha Portuguesa nasceu com a designação de ‘Comissão Provisória para Socorros e Feridos e Doentes em Tempo de Guerra’.

Quer de modo autónomo, quer no âmbito da Cruz Vermelha Internacional, a Cruz Vermelha Portuguesa tem atuado em cenários de conflitos armados ou catástrofes naturais, em território nacional e também no estrangeiro.

A instituição presta assistência humanitária e social, sobretudo aos grupos mais vulneráveis, como idosos, dependentes, crianças, vítimas de violência doméstica, pobres, imigrantes, toxicodependentes, reclusos, pessoas com deficiência, entre outros.

Nasceram neste dia Ernest Orlando Lawrence, físico norte-americano, Nobel da Física (1901), Benny Carter, músico norte-americano (1907), Ronald Biggs, protagonista de um dos maiores assaltos da história (1929), Sir Howard Hodgkin, pintor britânico (1932), Dustin Hoffman, ator norte-americano (1937), Nigel Mansell, piloto britânico, campeão mundial de Fórmula 1 (1953), David Evans, músico irlandês, guitarrista dos U2 (1961), e Roger Federer, tenista suíço (1981).

Morreram a 8 de agosto Alonso Sánchez Coello, pintor espanhol (1588), Guido Reni, pintor italiano (1642), Christian Weigel, químico e naturalista alemão (1831), Eugène Boudin, pintor francês (1898), James Tissot, pintor francês (1902), José Lezama Lima, romancista e poeta cubano (1976), Francesco Molinari-Pradelli, maestro italiano (1996), Fay Wray, atriz norte-americana (2004), Julius Wess, físico austríaco (2007), e Raul Solnado, ator e humorista português (2009).

Quer receber o Hoje é Dia todos os dias na sua caixa de correio?


Patrocinado

Apps PT Jornal

Descarregar na App StoreDescarregar do Google Play

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir
error: