Hoje é dia

6 de março, a Bayer regista a aspirina, o mais popular medicamento

A 6 de março de 1899, a Bayer registou a aspirina como propriedade industrial, data que assinala o nascimento do medicamento mais consumido nos dias de hoje, mais de cem anos depois da sua criação. Neste dia, assinalam-se os nascimentos do pintor italiano Miguel Ângelo, do poeta francês Cyrano de Bergerac e do do escritor colombiano Gabriel García Márquez.

Hoje é dia de celebrar mais um aniversário da aspirina, o mais popular e consumido medicamento do mundo, registado a 6 de março de 1899. Em 1897, o laboratório farmacêutico alemão Bayer conjugou criou o ácido acetilsalicílico (aspirina).

A aspirina passou a ser o primeiro medicamento sintetizado, na história da farmácia. Foi também a primeira criação da indústria farmacêutica e o primeiro medicamento a ser vendido no modo atual.

Em 1899, no mês de julho, a Bayer deu início ao processo de comercialização, obtendo sucesso imediato.

Este medicamento da Bayer pertence ao grupo dos anti-inflamatórios não-esteroides e é usado como antipirético, anti-inflamatório, ou analgésico. Nasceu a 6 de março, há mais de um século.

Também neste dia, mas em 1447, Nicolau V torna-se Papa e em 1521 Fernão de Magalhães descobre a ilha de Guam. No ano de 1853, a ópera ‘La Traviata’, de Giuseppe Verdi, estreia em Veneza.

Igualmente no dia 5 de março, em 1855, o preso Manuel da Mota Coqueiro entra na história do Brasil como o último condenado à morte com pena executada, naquele país.

Em 1869, Dmitri Mendeleev apresenta à Sociedade Russa de Química a primeira tabela periódica.

Em 1902, é fundado o Real Madrid, considerado o maior clube do mundo, e em 1921 o Partido Comunista Português passa a ser a secção Portuguesa do Internacional Comunista.

No ano de 1997, um quadro de Pablo Picasso, ‘Tête de Femme’, é roubado de uma galeria de Londres. Uma semana mais tarde, a obra de arte acaba por ser recuperada e devolvida à galeria da capital inglesa.

Nasceram a 6 de março João II de Castela (1405), Miguel Ângelo, pintor, escultor, poeta e arquiteto italiano (1475), Francesco Guicciardini, estadista e historiador italiano (1483), Cyrano de Bergerac, soldado e poeta francês (1619), João Manuel de Noronha, nobre português (1679), e Elizabeth Barrett Browning, poetisa britânica (1806).

Nasceram ainda Clementina de Orléans, nobre francesa (1817), Afonso Costa, político e líder republicano português (1871), Kōjun, imperatriz japonesa (1903), Gabriel García Márquez, escritor colombiano (1927), Valentina Tereshkova, cosmonauta soviética (1937), David Gilmour, vocalista dos Pink Floyd (1946), e Shaquille O’Neal, basquetebolista norte-americano (1972).

Morreram neste dia Guillaume Thomas François Raynal, escritor francês (1796), Gottlieb Daimler, engenheiro e industrial alemão (1900), Ferdinand von Lindemann, matemático alemão (1937), Melina Mercouri, atriz, cantora e ativista grega (1994), e Hans Bethe, físico alemão (2005).

Mais partilhadas da semana

Subir