Hoje é dia

4 de novembro, morre Yitzhak Rabin, político que lutou pela paz no Médio Oriente

Hoje é dia de recordar Yitzhak Rabin, primeiro-ministro de Israel galardoado com o  Nobel da Paz, pelos seus esforços de paz no Médio Oriente. Foi assassinado a 4 de novembro de 1994, por um extremista.

Yitzhak Rabin nasceu em Jerusalém, no dia 1 de março de 1922. Foi o quinto chefe de governo de Israel, exercendo a função entre 1974 e 1977. Regressou ao cargo de primeiro-ministro em 1992, exercendo funções até 1995, ano em que foi assassinado.

Filho de pai norte-americano e mãe russa, judeus que emigraram para a Palestina, Rabin nasceu em Jerusalém, mudando-se com a família Telavive, onde cresceu e se formou.

Ingressou numa organização paramilitar judaica e tornou-se oficial de operações. Durante a Guerra de Independência, comandou a brigada que conquistou a parte Ocidental de Jerusalém. Com o cessar fogo de 1949, foi membro da delegação israelita nas negociações de paz com o Egito.

Exerceu também o cargo de chefe do Estado-Maior israelita, entre 1964 e 1968, liderando o exército na vitória de Israel na guerra de 1967, que o opôs o país aos seus vizinhos árabes.

Aposenta-se das Forças de Defesa de Israel e torna-se embaixador nos EUA, até 1973, ano em que regressa a Israel, sendo eleito deputado no Parlamento.

Foi ainda ministro do Trabalho, no governo de Golda Meir e foi eleito primeiro-ministro, mas demite-se em 1977.

É eleito Partido Trabalhista, em 1992, e vence as legislativas desse ano, regressando ao cargo de chefe de governo. Neste mandado, desempenha um papel importante nos Acordo de Paz de Oslo e no tratado de paz com a Jordânia.

Recebe o Prémio Nobel da Paz em 1994, pelos esforço na defesa da paz no Oriente Médio, galardão que partilha com Shimon Peres, ministro dos Negócios Estrangeiros, e com o então líder da Organização da Libertação da Palestina, Yasser Arafat.

No dia 4 de novembro de 1995, quando participava num comício pela paz na Praça dos Reis, foi assassinado pelo estudante judeu ortodoxo, militante de extrema-direita opositor às negociações com os palestinianos. A praça foi rebatizada com o nome Praça Yitzhak Rabin.

Nasceram a 4 de novembro Otto von Guericke, político alemão, inventor da bomba de vácuo (1602), Georg Christian Joannis, historiador e teólogo evangélico alemão (1658), Philippe-François-Joseph Le Bas, político francês (1764), Freddy Heineken, empresário holandês (1923), e Luís Figo, ex-futebolista português (1972).

Morreram neste dia Mafalda de Sabóia, Rainha de Portugal (1157), Francisco de Borja ou Francesco di Borgia, cardeal italiano (1511), Johann Nikolaus Bach, compositor alemão (1753), e Felix Mendelssohn, compositor alemão (1847).

Morreram também Hyppolite Paul Delarouche, pintor francês (1856), Gabriel Fauré, compositor francês (1924), Kurt Hirsch, matemático alemão (1986), e Yitzhak Rabin, primeiro-ministro de Israel (1994).

Quer receber o Hoje é Dia todos os dias na sua caixa de correio?


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir