Hoje é dia

4 de junho, nasce Angelina Jolie, a atriz das causas humanitárias

Hoje é dia de homenagear Angelina Jolie, atriz norte-americana que se dedica a uma causa: a defesa dos refugiados. E o Óscar de atriz com maior coração do Mundo vai para Angelina, mãe de seis crianças, três das quais adotivas.

Angelina Jolie nasceu em Los Angeles, a 4 de junho de 1975, e tornou-se figura pública pelo talento como atriz, de cinema e televisão e também como modelo. Passou a ser mundialmente célebre no papel de Lara Croft, em Tomb Raider (2001). A partir de então, colecionou prémios, entre os quais um Óscar, dois ‘Screen Actors Guild Awards’ e ainda três Globos de Ouro.

Em 2009 e 2011, a revista Forbes elege Angelina Jolie como a atriz mais bem paga de Hollywood. Mas esta norte-americana destaca-se não como atriz, mas, acima de tudo, como mulher que colocou o seu poder mediático ao serviço de uma causa humanitária.

Angelina deixou de ser conhecida apenas pela beleza e talento no grande ecrã e passou a ser olhada como pessoa de causas. Promove uma persistente luta humanitária e é conhecida por trabalho que desenvolve junto dos refugiados, como embaixadora do ACNUR – Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados.

Uma das mulheres mais bonitas do mundo é, acima de tudo, uma das embaixadoras na defesa dos refugiados. Já adotou três crianças e tem outros três filhos biológicos. É uma supermãe, com uma carreira profissional de sucesso e que encontra espaço para uma causa humanitária.

Trata-se de uma mulher exemplar, que deve ser homenageada, no dia em que assinala mais um aniversário, neste dia 4 de junho.

Além de Angelina Jolie, nasceram neste dia Filipa da Inglaterra, rainha da Suécia, Dinamarca e Noruega (1394), François Quesnay, economista francês (1694), Rei Jorge III do Reino Unido (1738), Franz Xaver Zimmermann, escritor e historiador austríaco (1876), Heinrich Otto Wieland, químico alemão e Nobel de Química (1877), e Natalia Goncharova, pintora russa (1881).

Elizabeth Jolley, escritora britânica (1923), Oliver Nelson, músico de jazz norte-americano (1932), Michelle Phillips, cantora, compositora e atriz norte-americana (1944), Anthony Braxton, compositor e filósofo norte-americano (1945), e Jorge Palma, compositor e intérprete português (1950).

Morreram a 4 de junho Conrado II, Sacro Imperador Romano-Germânico (1039), Giacomo Casanova, escritor e aventureiro italiano (1798), Guilherme II, último Imperador (kaiser) da Alemanha (1941), Reinhard Heydrich, um dos comandantes alemães das SS (1942), Gyorgy Lukacs, filósofo húngaro (1971), Raul Indipwo, cantor angolano do Duo Ouro Negro (2006), e David Carradine, ator norte-americano (2009).

Mais partilhadas da semana

Subir