Hoje é dia

12 de março, publicam-se ‘Os Lusíadas’, de Luís Vaz de Camões

É dia de recordar ‘Os Lusíadas’, de Luís de Camões, epopeia publicada a 12 de março de 1572, que relata as descobertas e os feitos históricos portugueses. Também neste dia nasce o Movimento Doze de Março, em 2011.

“As armas e os barões assinalados; Que da ocidental praia Lusitana; Por mares nunca de antes navegados; Passaram ainda além da Taprobana; Em perigos e guerras esforçados; Mais do que prometia a força humana; E entre gente remota edificaram; Novo Reino, que tanto sublimaram…”.

Eis a primeira oitava de ‘Os Lusíadas’, de Luís Vaz de Camões, uma das maiores obras literárias jamais escritas por um autor português, publicada a 12 de março de 1572. É uma obra poética, considerada a epopeia portuguesa por excelência, que se prevê ter sido concluída em 1556.

A ação desta obra de Camões é a descoberta do caminho marítimo para a Índia, por Vasco da Gama. A viagem é descrita pela pena de Camões, que descreve outros episódios da História de Portugal, enaltecendo o povo português. Assinala-se hoje mais um aniversário da sua publicação.

A história de 12 de março escreve-se também com a primeira venda, em Vicksburg, no Mississippi, da primeira garrafa de Coca-Cola, no ano de 1894.

Já em 1918, Moscovo recupera o estatuto de capital da Rússia, que pertencera a São Petersburgo, durante 215 anos.

E em 1930, Mahatma Gandhi lidera uma marcha popular em direção ao mar, de cerca de 320 quilómetros. Ficou conhecida como ‘Marcha do Sal’ e representou um protesto contra o monopólio britânico do sal.

A 12 de março do ano 2000, o Papa João Paulo II leva a cabo um gesto inédito, pedindo perdão pelos pecados da Igreja Católica, cometidos contra judeus, mulheres e minorias.

Em Portugal, nasce neste dia, em 2011, o Movimento Doze de Março, em sequência de um protesto da ‘Geração à Rasca’, contra a precariedade laboral.

O Movimento Doze de Março (cuja sigla é M12M) propõe-se reforçar, reformar e fortalecer a Democracia, assente na igualdade de oportunidades e no fim do trabalho precário.

Nasceram neste dia Anne Hyde, nobre inglesa (1637), George Berkeley, teólogo irlandês (1685), Thomas Arne, compositor britânico (1710), Julia Lennon, mãe de John Lennon (1914), e Liza Minnelli, atriz e cantora norte-americana (1946).

Morreram a 12 de março César Bórgia, general e estadista italiano (1507), Robert Bosch, industrial e inventor alemão (1942), e Heinrich Mann, escritor alemão (1950).

Mais partilhadas da semana

Subir