Hoje é dia

11 de setembro, dia de lembrar as 3000 vítimas do atentado nos EUA

Onze de setembro de 2001. Nova Iorque acorda em pânico, com o impacto do primeiro avião, às 8h46 locais, no World Trade Center. Pouco tempo depois, a segunda torre é atacada. Hoje é dia de lembrar as vítimas do 11 de setembro.

Um dos mais brutais ataques terroristas da história ocorreu no dia 11 de setembro de 2001, provocando a morte de 3000 pessoas. Nova Iorque acordara tranquila, sentimento que se desvanece às 8h46 locais, quando o ataque da al-Qaeda quebra o silêncio.

Ainda anestesiados com o embate na torre norte, os norte-americanos são surpreendidos com uma nova ofensiva. Em todo o mundo, os olhos aproximaram-se dos ecrãs de televisão.

Poucas horas depois, as chamas provocam o colapso das duas torres, que simbolizavam o poder económico dos EUA e que, por isso, suscitaram a ofensiva da al-Qaeda.

Além das torres gémeas, este atentado terrorista destrói parte do Pentágono, com iguais procedimentos, sendo que um quarto avião se despenha, também dominado por terroristas.

No dia em que se assinalou uma década deste o ataque, Nova Iorque calou-se, para um minuto de homenagem. Barack Obama e George Bush dirigiram-se aos norte-americanos, em especial aos familiares das vítimas, com palavras de reconforto e respeito pela dor.

Os EUA assinalaram o 10.º aniversário do 11 de setembro com uma sentida homenagem às vítimas (entre os quais bombeiros que salvaram vidas) e um tributo aos familiares, num local de tragédia que se transformou em espaço de culto.

Os nomes de todas as vítimas do atentado em Nova Iorque foram recordados, um a um. Os Presidentes uniram-se junto ao memorial apelidado de “Ground Zero”, local de oração, alvo de medidas de segurança.

A grande homenagem de 2011 foi a primeira após a captura e morte de Osama Bin Laden, o cérebro deste ataque que tirou a vida a cerca de 3000 pessoas e provocou danos na saúde de outras centenas, que estiveram nas operações de socorro.

Nova Iorque continua em estado de alerta, com segurança máxima, prevenindo ataques terroristas que nunca terão a dimensão do 11 de setembro de 2001. A ideia de que o mundo mudou com o 11 de setembro de 2001 repete-se vezes sem fim. Hoje, mais uma vez, reitera-se a melhor forma de perceber a força deste ataque.

Nasceram a 11 de setembro Carl Zeiss, inventor e ótico alemão (1816), Theodor Adorno, filósofo alemão (1903), Ferdinand Marcos, ex-ditador filipino (1917), Brian de Palma, realizador norte-americano (1940), Franz Beckenbauer, ex-futebolista e ex-treinador alemão (1945), Moby, cantor norte-americano (1965), e Bashar al-Assad, presidente da Síria (1965).

Morreram neste dia José, Duque de Bragança, príncipe herdeiro de Portugal (1788), Antero de Quental, escritor português (1891), e Salvador Allende, político chileno (1973).

Quer receber o Hoje é Dia todos os dias na sua caixa de correio?


Vídeos em Destaque

Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir
error: